domingo, 5 de outubro de 2008

Também creio que por terras de Portugal ainda não seja para já que a questão fica resolvida. Espero estar enganado. Vamos aguardar que a hipocrisia dos nossos políticos não se manifeste...

1 comentário:

pinguim disse...

Marcos
Vi este filme agora no Queer Festival e gostei muito.
Mas fiquei admirado como uma população urbana, como a de Roma consegue ser tão homofóbica; a influência do Vaticano é tremenda.
Aqui o que discute não é o reconhecimento dad uniões de facto, mas o matrimónio de pessoas do mesmo sexo; estamos um pouquinho mais à frente, mas ainda não vai ser desta, infelizmente.
Estou convencido que na próxima legislatura sim, isso acontecerá...
Abraços poe aí.